sábado, 16 de fevereiro de 2008

"Yes, we can" - Videoclip de apoio à candidatura de Barack Obama à presidência dos EUA, com a participação de diversos cantores e actores

8 comentários:

Soraia disse...

Bem haja às figuras públicas que utilizam a sua influência na mentalidade do povo para o levar a tomar decisões que podem mudar o seu futuro, para melhor.
Eu partilho esta crença em Obama e acredito que ele chegará à presidência e fará um excelente trabalho.

Que assim seja.

The American disse...

Confesso que não gostei nada do ritmo da música porque é muito confusa, se é que é suposto ser uma música. No entanto concordo plenamente com esta campanha e este apoio que têm dado a Barack Obama, pois penso que seja o candidado que encaixa melhor no perfil de "salvador da pátria", sim e digo salvador, porque o presidente actual só fez asneira e é necessário mudar as políticas que até agora têm colocado os Estados Unidos com uma má fama, pelo menos com a visão de a maior parte dos meus colegas da turma, exceptuando a minha "irmã americana" que comentou este videoclip anteriormente.
Na minha opinião Barack é o melhor dos candidatos à Casa Branca.

Vasco PS disse...

Esta campanha ficou marcada pelo recurso a um meio de grande difusão informativa: a internet. E este é mais um exemplo dessa utilização. Siceramente, Ricardo, os EUA não precisam de salvadores, precisam é de líderes competentes. Visto os governos serem reflexo do seu povo...talvez não haja grande coisa a fazer. Por outro lado, um presidente num país como os EUA não toma as rédas do poder e faz propriemante tudo o que lhe apeteça. Há muitos poderes e interesses em jogo. Finalmente, quero também que referir que, pelo menos da minha parte, a minha opinião acerca das más políticas norte-americanas não se esgotam na liderança de Bush, mas já vêm doutros arraiais. Os EUA têm a fama que sempre quiseram e, em muitos momentos, nada fizeram para a alterar. Problema deles.

Bruno Prata disse...

O vídeoclip traduz o grande apoio que Barack Obama tem tido nesta interessante campanha presidencial americana.
A partir destas eleições nada vai ser como dantes nos EUA, dois candidatos que se afastam do candidato tipo americano, um candidato negro Obama ou uma mulher H. Clinton sentar-se-á na presidência. Na minha opinião está na hora da mudança, um país que se considera o "guardião do planeta", deve dar a voz e a vez a todos os seus cidadãos.

Bruno Prata disse...

Ps: Ricardo, eu gosto dos E.U.A. :p:p.

Vasco PS disse...

Não posso evitar: BEM VINDO BRUNO! Inda bem que há mais um que se junta aos comentários! Fico feliz por teres comentado. Abraço amigo

Francisca Diogo disse...

Barack Obama, um candidato as presidenciais dos EUA que desperta uma sensação de mudança para Aquele tão desejado páis.
O que o EUA precisa é de um lider com pulso forte, e acredito que Obama revela mais capacidades que Bush e que Hillary.
É claro que desejo que Obama ganhe, pra ver se o racismo nos EUA diminue um bocado.
Porque o próprio Obama num dos seus célebre discurso disse: -Não existe uma América negra e uma América branca e uma América hispânica e uma América asiática; existem os Estados Unidos da América. Porque estamos todos conectados como um só povo.
Isso era bom demais se tornasse realidade. =))

Soraia disse...

O meu comentário foi abafado pelas letras cor de laranja do título, mas acho que deu para perceber o meu ponto de vista.Mas também, mesmo que não se conseguisse ler, quem me conhece sabe a minha opinião sobre este tema.