segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Incêndios na Austrália: balanço de vítimas mortais sobe para 131


Milhares de bombeiros e membros de equipas de socorro, já no limite das forças, prosseguiam os trabalhos de salvamento das vítimas e combate à vaga de fogos que assola o sul da Austrália desde sábado e que causou já pelo menos 131 mortos, continuando a registar-se ainda dezenas de pessoas desaparecidas.“Foram-se todos. Todos. As casas deles desapareceram. Estão todos mortos, ali, dentro das casas. Estão todos mortos”, lamentava à Reuters hoje de manhã um dos sobreviventes de Kinglake, localidade dos arredores de Melbourne.A brutal língua de fogo que varreu várias cidades da região na noite de sábado destruiu tudo no seu caminho, deixou mais de 750 casas destruídas e vastas áreas de terras de cultivo encontram-se agora carbonizadas, assim como centenas de milhares de hectares de floresta. “Isto vai parecer-se com Hiroshima. Vai parecer que caiu aqui uma bomba nuclear”, desabafava aquele mesmo sobrevivente, citado pela Reuters. Muitas pessoas, descrevia hoje esta agência noticiosa britânica, morreram queimadas dentro dos carros, enquanto tentavam fugir ao inferno das chamas, empurrado pelas fortes rajadas de vento, outras enquanto procuravam protecção dentro das suas casas. Há registos de sobreviventes que encontraram refúgio em piscinas ou em reservatórios de água, alguns dentro dos celeiros. O número de feridos nos hospitais ascende a quase uma centena. Muitos apresentam queimaduras em mais de 30 por cento do corpo, alguns dos ferimentos de maior gravidade do que os que resultaram dos ataques bombistas a Bali em 2002 – descreveu um médico dos serviços de urgência de um hospital de Melbourne à agência francesa AFP. Foi nesta região de cidades rurais, em volta da segunda maior cidade australiana, que se contou a maior parte dos mortos da vociferante vaga de fogos – chegaram a verificar-se quase 30 focos de incêndio activos em simultâneo, muitos com uma altura de chamas superior a um prédio de quatro andares, e a polícia revelou admitir a hipótese de alguns deles terem sido deliberadamente ateados. “Não há outra maneira de o descrever senão como um homicídio em massa”, avaliou o primeiro-ministro australiano, Kevin Rudd, a um canal de televisão local, prevendo, de resto, que o número de vítimas mortais “ainda vá aumentar”. Estes incêndios florestais constituem o prior desastre natural que a Austrália sofreu em mais de um século, tendo levado a um acentuar da pressão sobre o Governo para que ponha em marcha novas e mais efectivas políticas ambientais. “É muito claro que tanto em termos globais como na Austrália se verifica uma tendência de aquecimento desde 1950”, apontava à Reuters o investigador de topo australiano em clima Kevin Hennessy. Ao mesmo tempo que os cientistas sustentam que a Austrália deve preparar-se para situações climáticas ainda mais extremas, devido ao aquecimento global, os ambientalistas e os Verdes australianos argumentaram já que os incêndios e cheias constituem a prova de que o executivo de Rudd tem de endurecer as limitações às emissões de gases causadores do efeito de estufa. Querem que a Austrália – que contribui com 1,5 por cento das emissões globais – as reduza em pelo menos 25 por cento até 2020; enquanto o Governo de Rudd fixou esse objectivo em apenas cinco por cento, não avançando mais sequer, e só até um máximo de 15 por cento, se não houver um acordo internacional generalizado no sentido de endurecer as acções contra o efeito de estufa.


Que grande drama que está ser vivido na Austrália! Mais uma consequência do aquecimento global, embora também, pelos vistos, com a colaboração humana.

5 comentários:

Daniel12H disse...

é incrivel quando começamos a ler a notícia pensamos que se trate de um incendio grave mas não com estas dimensões,e muito menos vem á cabeça que seja provocado pelo aquecimento global, que cada vez mais é uma realidade provocada por nós mas que ninguem quer nem sabe lidar com ela, portanto perferem não acreditar ou fingir que não seja possivel!

Pois bem cada um de nós pode estar relacionado indirectamente com o horror vivido na Austrália, pelos decomentários sente-se que as pessoas estao aterrorizadas,é realmente horrivel, estão pessoas a morrer outras a lutar pela sobrevivencia como podem, a situação é preocupante entramos num "SOS Mundo" temos que acordar o planeta nem a meio da sua vida chegou e nós estamos a envelhece-lo mais e mais mas eu penso que isto ja é a natureza humana a maioria das pessoas nem se preocupam com a própria saúde muito menos com a do planeta!

As pessoas só acordam quando sáo afectadas lá esta o velho ditado "Casa roubada, trancas á porta",inacreditável...

Mas também acho que o alerta deve partir das grandes vozes mundiais é necessário abrir as mentes para esta realidade, devem ser estas pessoas a alertar porque não vai ser nenhum de nós que vai conseguir erguer a sua voz para o mundo!

É triste esta situação na Austrália ja o disse mas volto a repeti.lo porque é realmente muito triste, mas tenho esperança que esta situação sirva de exemplo para todos globalmente e que se parta para o combate ou a atenuação do aquecimento global se não um dia os nossos filhos netos bisnetos seja o que for irão estar na situação de cada um daqueles australianos queimados!

cristiana_alves disse...

Uma situação triste, que acaba por mexer com todos nós.
Acaba por nem existir palavras para descrever o sofrimento que deverá ser sentido por todas estas pessoas.
Perderam pessoas amigas, algumas delas até familiares, perderam as suas casas, tendo agora apenas a roupa que vestem, e a dor tremenda que as acompanha.

Apesar de as temperatura serem muito elevadas, há a desconfiança que em certas zonas tenha sido mesmo fogo posto, o que é impensável como alguém possa ter sido capaz de ter tido um acto tão cruel como esse.

Só espero que a situação melhore, pelo menos que os incêndios parem.

Cristiana ALves
12ºH

MárciaFilipa disse...

O Primeiro Ministro da Austrália afirmou à dias que a Austrália está a viver a pior tragédia de sempre e é sem dúvida uma enorme catástrofe natural, que vai levar à desflorestação, à perda de biodiversidade, entre outras consequências.
Como podemos constatar existem muitas zonas da Austrália fustigadas pelos incêndios e outras zonas por cheias.
Tal como já foi dito anteriormente pelos colegas, estes acontecimentos vividos na Austrália são uma consequência do aquecimento global que aos poucos vão dando sinais, sem nos apercebermos, surgindo muito timidamente.
Eu não sou especialista na área da meteorologia nem sei se aquilo que vou referir tem alguma viabilidade, mas eu julgo que a constante chuva que tem ocorrido, alguns dias atrás temperaturas muito baixas que até fez com que caísse alguma neve, seja uma consequência do aquecimento global, porque já há muito tempo não tinhamos um inverno assim.
Portanto deixo aqui a minha mensagem, vamos começar a ser mais conscientes dos problemas que podem ocorrer no nosso país, afinal não estamos imunes a uma catástrofe, e adoptemos um comportamento mais cívico para com o ambiente!

Telmo disse...

Já tive oportunidade de ver esta notícia na televisão.

A Austrália, é um país muito quente e consegue atingir temperaturas na ordem dos 30ºC.
Mas não é esta a causa dos incêndios.
Pelo que eu vi na televisão, estes constantes incêndios são actos de criminalidade e já morreram cerca de 130 pessoas.

Como nós sabemos, a Austrália ( em termos de território ) é cerca do triplo de Portugal, no entanto a população residente é praticamente a mesma.
Isto acontece , pois cerca de 50% do território é deserto, as moradias estão afastadas por centenas de kilometros!!

Como tal, a Austrália está à "mercê" dos praticantes dos incendios.
Porque é que isto acontece com frequência ( actualmente na Austrália ) ?
Poderá ser para estes arranjar a madeira mais barata, ou então são pagos para cometer esta barbaridade.
São as únicas explicações que encontro.

E o pior de tudo é que isto contribui imenso para o Aquecimento Global!

Telmo Oliveira
11ºI

Anónimo disse...

É realmente uma situaçao preocupante... este incêndio atingiu proporções inacreditáveis.
o aquecimento global tem uma relaçao directa com todos nós e assimn todos nós podemos tar ligados a vários situaçoes trágicas que acontecem no mundo, inclusivé esta.

ja fomos avisados, em documentários, em entrevistas, em telejornais entre outros meios de como poderemos contribuir para um avanço menos rápido deste fenómeno que é o aquecimento global... mas parece que mesmo assim a populaçao continua adormecida.

este incêndio que sirva de exemplo...

espero que a situação melhore e que pelo menos o resto da população fique a salvo.

Catarina nº4 12ºH