quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Nova tabela nutricionista


O nutricionista David Katz, da Universidade de Yale (EUA), coordenou uma equipa de investigadores que compilou a mais recente lista de alimentos que são bons para a nossa saúde. A ideia é simples: recebem mais pontos os alimentos que são mais nutritivos. Por exemplo: proteínas e vitaminas dão pontos; sal, açucar e gorduras saturadas tiram pontos.
Para verem melhor o conteúdo da lista cliquem sobre a imagem deste post.

5 comentários:

Mara disse...

Com esta nova tabela as pessoas poderam perceber a importância dos alimentos e criarem dietas/alimentação mais saudaveis.
Enquanto população, devemos deixar as famosas gordurinhas de lado, o sal, os doces e variar mais os alimentos com escolhas biológicas.
Uma alimentação dita de risco poderá levar a casos mais graves como diabetes, cancros, colesterol.

Ao que parece para o português a hora de manjar é sagrada...

"Agora não que é hora do almoço...
Agora não, que é hora do jantar..."

Será isto uma simples canção dos Deolinda ? ou a mais pura realidade?!

Já que a refeição é sagrada está na hora de mudar de hábitos alimentares!

MárciaFilipa disse...

Eu penso que todas as faixas etárias deviam preocupar-se com a alimentação.
Principalmente, aquelas que possam ter problemas de saúde causados por uma má alimentação.
Eu sou daquelas pessoas que se preocupam muito com a alimentação e com o valor nutritivo dos alimentos.

Nuno disse...

Eu acho que aqui a menina mara tem razao.
Eu penso que a populaçao em geral ainda nao "meteu na cabeça" que com a saude nao se brinca, e que ao nao ter uma alimentaçao saudavel poderá levar a doenças bastante graves como ja foram referidas.
Apesar disso nota.se que a populaçao está a querer melhorar mas nao sera um pouco tarde para algumas pessoas!?
Algumas pessoas têm agora uma alimentaçao saudavel porque a doença que ganharam ao nao a ter obriga.os a faze.la.
Nota.se na populaçao mais jovem uma preocupaçao mais elevada com a sua alimentaçao e com a sua linha também!

Luana disse...

concordo com todos os que já comentaram: há que ter cuidado com a alimentação, independentemente da idade que tenhamos.
Acho que todos sabemos que a população portuguesa come demasiadas gorduras, mas é por uma questão de maus hábitos.
Muita gente que se recusa a comer peixe, verduras ou legumes com a desculpa de "não gostar", geralmente nem tem interesse em experimentar esse tipo de alimentos porque já foram acostumados desde cedo a comer outro tipo de coisas.
Mas é tudo uma questão de experimentar, até porque as verdurinhas e os legumes são muito bons, e fazem muito bem á saúde!
Tenho um bom exemplo: lá em casa, aos domingos, comíamos sempre comidas como assados, cozido á portuguesa, as famosas tripinhas á moda do porto... E agora o meu pai aprendeu a fazer umas receitas meio vegetarianas e aos domingos é o que comemos. Lasanha vegetariana, empadão, bolinhos de soja, muita salada... Garanto que é muito bom, e a diferença é que depois de comer muitos pratos de comida, eu fico satisfeita, enquanto que com o outro tipo de alimentos sentia-me cheia e pesada.
É muito bom, se todos os portugueses se controlassem mais um bocadinho iam notar uma grande diferença :)

Telmo disse...

A má alimentação é um problema que está a afectar os portuguesas. O Problema mais frequente com a má alimentação no nosso país é sem dúvida alguma a obesidade. Esta doença aumenta de ano para ano.
De acordo com uma pesquisa que fiz verifiquei que os últimos resultados do INS ( Inquérito Nacional de Saúde )isto entre 2005 e 2006, a obesidade aumentou em todas as classes etárias. No entanto nos homens esta doença atingiu os 31% no território nacional enquanto que nas mulheres o valor não foi além dos 16%. Os homens andam a comer muitas gordurinhas e goluseimas...Não falo por mim :)
Claro que o excesso tráz outro tipo de doenças como por exemplo os diabetes ( excesso de açucar no sangue )eu confesso que esta deve ser uma das doenças mais dolorosas uma vez que de X em X tempo tem que se injectar a insolina.
Vou ficar por aqui, mas com uma deixa: esta tabela é um elemento muito importante para quem quiser deixar a "Docelândia", por outras palavras, fazer uma dietazinha!