sábado, 6 de dezembro de 2008

Turismo em Espaço Rural em Portugal


No Turismo em Espaço rural (T.E.R.) inserem-se as seguintes modalidades:

Turismo de Habitação - O serviço de hospedagem de natureza familiar, prestado a turistas em casas antigas particulares que, pelo seu valor arquitectónico, histórico ou artístico, sejam representativas de uma determinada época, nomeadamente, os solares e casa apalaçadas.
Ex.: "Casa do Fontanário " (Óbidos)




Turismo Rural - O serviço de hospedagem prestado a turistas em casas rústicas particulares, utilizadas simultaneamente como habitação do proprietário, possuidor ou legítimo detentor e que, pela sua traça, materiais construtivos e demais características, se integram na arquitectura típica regional.
Ex: "Casa da Cerejinha" - Aldeias do Xisto - Góis





Agro-turismo - O serviço de hospedagem prestado a turistas em casa particulares integradas em explorações agrícolas, que permitam aos hóspedes o acompanhamento e conhecimento da actividade agrícola ou a participação nos trabalhos aí desenvolvidos, de acordo com as regras estabelecidas pelo responsável das casas e empreendimentos.

Ex.: "Quinta da Espada " (Évora)





Turismo de aldeia - O serviço de hospedagem prestado num empreendimento composto por um conjunto de, no mínimo, cinco casas particulares situadas numa aldeia e exploradas de forma integrada, quer sejam ou não utilizadas como habitação própria dos seus proprietários, legítimos possuidores ou detentores. Estas casas devem, pela sua traça, materiais de construção e demais características, integrar-se na arquitectura típica local. Deve ser explorado por uma única entidade, em aldeias históricas, em centros rurais ou em aldeias que mantenham, no seu conjunto, o ambiente urbano, estético, e paisagístico tradicional da região.

Ex: Póvoa Dão (Viseu)





Casas de campo - As casas particulares e as casas de abrigo situadas em zonas rurais que prestem um serviço de hospedagem, quer sejam ou não utilizadas como habitação própria. Estas casas devem, pela sua traça, materiais de construção e demais características, integrar-se na arquitectura e ambiente rústico próprio da zona e local onde se situam.


Consideram-se ainda no âmbito do T.E.R.:
· os empreendimentos turísticos no espaço rural "Hotéis rurais" e "Parques de Campismo Rurais";
· as actividades de animação ou diversão que se destinem à ocupação dos tempos livres dos turistas e contribuam para a divulgação da região.
O que pensam do Turismo em espaço Rural? É de facto uma mais-valia para as áreas rurais? Já tiveram alojados em alguma casa de T.E.R.? Como foi a experiência?

3 comentários:

Joana Couto disse...

Sim,acho que o turismo rural é uma mais valia para as regiões rurais, que se situam principalmente no interior, devido ao facto de vir a desenvolver estas regiões, atenuando as assimetrias que existem entre o litoral e o interior. O turismo rural permite desenvolver a economia destes locais o que é bom pois estas regiões ainda apresentam obstáculos ao desenvolvimento.

Nunca estive hospedada em nenhuma casa de turismo rural,mas já tive oportunidade de visitar algumas e digo que fiquei bastante satisfeita e impressionada.

Cátia Cunha disse...

Eu já passei férias diversas vezes em turismo rural, até porque não sou grande fã das praias e felizmente os meus pais são como eu. Conheço muito bem a região de Lamego, e é para lá que normalmente vou, porque é a terra da minha avó. Devo dizer que as melhores férias que já passei foram em turismo rural - adoro o ambiente das aldeias, a paisagem verde, os pomares, as vindimas, os passeios de burro, o barulho dos badalos das vacas... Enfim, tudo isso faz bem à mente, pelo menos a nós, pessoas da cidade.
Além disso, também já fiquei hospedada em casas de turismo rural, no Marco de Canavezes, e mais uma vez, adorei a experiência, porque os traços de hotelaria daqueles lugares são muito mais íntimos do que os grandes hotéis, desde as refeições até ao próprio carácter dos empregados.

Penso que o turismo rural é de grande importância para o país, sendo que cada vez mais há pessoas interessadas em fugir às grandes massas do turismo balnear e tentar um pouco de paz e sossego no meio rural.

beatriz disse...

O Turismo de mar e praia continua a ser predominante, no entanto, o Turismo em Espaço Rural tem vindo a ganhar terreno.

O Turismo em Espaço Rural constitui uma actividade que contribui para o desenvolvimento das áreas rurais (um dos objectivos da nova PAC), e para a dinamização de outras actividades económicas. O T.E.R. permite a valorização das zonas rurais, do património histórico, da paisagem, a redução das assimetrias regionais, a criação de empregos, a fixação da população, o reconhecimento do património nacional a nível mundial, etc. É de facto uma mais-valia para as zonas rurais!

Ainda não tive oportunidade de ficar alojada numa casa de Turismo em Espaço Rural, mas depois de ver os filmes fiquei com curiosidade, dada a beleza das casas, a sua arquitectura, o seu toque artístico e histórico. Os materiais utilizados, como o xisto, as cores e as flores são factores que eu julgo que tornam as casas ainda mais encantadoras!!!