quinta-feira, 13 de novembro de 2008

O azeite produzido há várias gerações num lagar tradicional da quinta do Romeu, em Mirandela, foi considerado um dos melhores do Mundo

O azeite produzido há várias gerações num lagar tradicional da quinta do Romeu, em Mirandela, foi considerado um melhores do mundo em duas conceituadas publicações da especialidade.

"Não é de agora que é bom", garante João Pedro Meneres, o gerente da sociedade familiar Clemente Meneres, que leva já quatro gerações a produzir o azeite que agora é reconhecido mundialmente. O "Romeu" foi eleito para os 15 melhores do mundo pelo guia anual italiano "Extra Virgem", da Cucina & Vini Editrice.
Segundo explicou à Lusa, João Pedro Meneres, um painel de provadores prova cerca de três mil azeites de 14/15 países, selecciona e publica os trezentos melhores e destes elege os 15 melhores do mundo por categoria. O azeite transmontano "Romeu" destaca-se na categoria sistema de lagar tradicional.
Também a conceituada revista goumert alemã "Der Feinschmecker" colocou o "Romeu" no seu Top Ten mundial, ou seja nos dez melhores azeites do mundo.
Há quatro gerações que este azeite é produzido a partir dos extensos olivais da família Meneres, em Trás-os-Montes, e no lagar tradicional da quinta. "É tudo biológico", garante João Pedro Meneres.
Durante décadas, o azeite do Romeu foi receitado pelos médicos aos seus pacientes por ser um produto saudável, sobretudo pelo baixo grau de acidez.
A complexidade de aromas e sabores foram, na opinião do gerente da sociedade familiar, os factores que conquistaram o mundo e a prova é que chega a países tão longínquos como a Nova Zelândia. Exportam vinte mil litros por ano exclusivamente para lojas gourmet da Europa ao Brasil, Canadá, Japão ou Hong Kong.
Em Portugal é vendido no mesmo tipo de lojas.
João Pedro começou por levar o "Romeu" a feiras em Londres, Nova Iorque, Paris, Espanha, até que chamou a atenção dos especialistas.
"Puro como Deus o deu", lê-se no rótulo das elegantes garrafas que transportam este azeite, um dos atractivos de um dos restaurantes típicos transmontanos, o "Maria Rita", propriedade da família Meneres.
Os pratos típicos de bacalhau são regados com o "Romeu", presença obrigatória nas entradas para molhar o pão, acompanhado das azeitonas ao natural ou em pasta.
O azeite "Romeu" só ainda não tem a "Julieta" que o vinho, marca também da família, já conquistou e que já chega às meses de vários países nas versões tinto (Romeu) e branco (Julieta). (Agência Lusa)

Fonte: http://ww1.rtp.pt/noticias/?article=371919&visual=26&tema=4

Para mais informações sobre o azeite Romeu clica aqui.

5 comentários:

Telmo disse...

É uma boa notícia saber que o azeite extra virgem ( Romeu ), produzido em Mirandela, é um dos melhores do mundo!

O Guia italiano de azeites «L´Extravergine» considerou o azeite «Romeu» como o melhor do Mundo na categoria de laboração sob o método tradicional com lagar de prensa. O azeite é produzido pela «Sociedade Clemente Meneres» de Jerusalém do Romeu e faz parte da lista dos 10 melhores azeites do Mundo.

Essa qualidade de excelência foi também reconhecida pela revista gourmet alemã «Der Feinchmecker», o que lhe reforça a visibilidade internacional.

O azeite Romeu DOP é elaborado com olivas Verdeal, Madural e Cobrançosa e como notas salientamos o frutado e amendoado e o sabor intenso e picante.

Isto é uma excelente notícia para o nosso país, principalmente para a economia do mesmo, pois já que o «Romeu» é conhecido mundialmente, Portugal passará a ter mais exportações desta cultura permanente.

Para quem quiser ver um vídeo sobre este tema deixo aqui um link

http://chaparralblog.wordpress.com/2008/11/13/azeite-romeu-um-dos-melhores-do-mundo/

( Reportagem na RTP )

Telmo Conceição
11º I

Fábia Sousa 11º I disse...

Realmente é um sinal de orgulho e satisfação, poder-mos ser referidos com qualidade (neste caso no azeite).

Sendo o azeie Romeu um dos 10 melhores do mundo ainda dá mais satisfação, pois são nestas pequenas coisas que vemos que apesar de tudo nao somos tão maus assim no que toca a desenvolvermos e aproveitarmos os nossos "recursos".

Conseguimos aproveitar muitas das nossas qualidades e melhora-las para demonstrar-mos que NÃO é só o que vem de fora que é bom..

Joana Couto disse...

Acho que o nosso país tem coisas muito boas para serem aproveitadas, só que até mesmo os portugueses não dão o devido valor!

Lá por sermos um país pequeno em todos os sentidos, não devemos ser esquecidos, nem devemos esquecer o que o nosso país tem de bom!

Fico contente com esta notícia =)

MárciaFilipa disse...

O azeite de mirandela é sem dúvida genuino!
Já tive a oportunidade de o provar e dá um toque muito especial aos cozinhados.
Este recurso endógeno ao ser mundialmente reconhecido, torna-se numa mais valia para a região de mirandela pois vai atrair ainda mais turistas dinamizando a região e a economia, atenuando as assimetrias regionais!

Mara disse...

De facto Portugal é um bom produtor de azeite e isso foi agora comprovado , na Quinta do Romeu.
Cada vez mais a população mundial preocupa-se com a saúde e um crédito disso é que em muitos cozinhados a mostarda é substituida pelo azeite!

Certo dia estava eu a ver um canal por cabo, onde um chefe de cozinha muito conhecido- Jamie Oliver, em uma receita sugeriu que as pessoas usassem um azeite português! Isto foi espÂntoso para o nosso país, porque um cozinheiro tão consagrado , que a sua vida é muitas vezes manchete dos jornais, as pessoas gostam deste senhor e ao verem a sua recomendação começam em busca de o tal azeite, referido por Jamie.
E é assim que o nosso Portugal é procurado, pelos seus produtos endógenos e fica reconhecido mundialmente. Igualmente neste programa foi referido e sugerido o famoso Vinho do Porto.

Um viva à Quinta do Romeu!